doencas-hepaticas-conheca-as-principais

Doenças hepáticas: entenda quais são as principais

Existem diversos tipos de doenças hepáticas que podem acometer a qualquer pessoa. Na maioria dos casos, é possível controlá-las sem que haja complicações, como por exemplo, a cirrose hepática e o câncer de fígado.

Você já ouviu falar nessas patologias? Nesse texto, irei abordar as causas e sintomas das principais doenças do fígado.

Hepatites virais

As hepatites virais são doenças hepáticas infecciosas sistêmicas que acometem o fígado. Elas podem ser causadas pelos diversos vírus da hepatite, a saber, A, B, C, D e E. O vírus da hepatite A é, acima de tudo, o principal responsável pela hepatite viral.

Essa é uma doença grave e pode causar diversos prejuízos à saúde do paciente, como por exemplo, insuficiência hepática, inapetência, icterícia, sensação de mal-estar, náuseas e vômitos, febre e dor na região superior do abdômen.

As hepatites virais podem ser evitadas por meio da vacinação preventiva contra os vírus, ao lavar as mãos antes de manipular alimentos, pelo não compartilhamento de agulhas, escovas de dente e lâminas de barbear e pelo uso de preservativos.

Esteatose hepática

A esteatose hepática se caracteriza pelo acúmulo de gordura no fígado e, por isso, é conhecida como a doença gordurosa do fígado. Ela pode ser causada pelo consumo abusivo de álcool, por uma hepatite viral, diabetes, obesidade, dislipidemia ou uso inadequado de corticoides.

Quando a esteatose é alcoólica, a ausência de tratamento pode fazer com que o quadro se agrave e o paciente desenvolva a cirrose hepática. Os sintomas mais comuns são dor abdominal, fraqueza, perda de apetite, aumento do fígado, inchaço na barriga e dor de cabeça.

Insuficiência hepática

A insuficiência hepática ocorre quando há uma degeneração das funções do fígado. Ela pode surgir como consequência de outras doenças hepáticas, tais como, hepatite viral, cirrose e outras lesões hepáticas provocadas pelo consumo de álcool.

Essa é uma das doenças hepáticas mais perigosas, pois pode se desenvolver rapidamente. O mau funcionamento do fígado pode causar diversos transtornos ao paciente, como por exemplo:

  • Acúmulo de bilirrubina no sangue, provocando a icterícia;
  • Formação de hematomas e sangramentos causada pela não sintetização das proteínas que ajudam na coagulação do sangue;
  • Hipertensão portal;
  • Pode haver acúmulo de líquido no abdômen (ascite);
  • Encefalopatia hepática, pois o fígado não remove as toxinas do sangue, fazendo com que elas se acumulem e afetem as funções do cérebro;
  • Hemorragia gastrointestinal;
  • Síndrome hepatorrenal;
  • Mau funcionamento do sistema imunológico;
  • Baixos níveis de potássio e de glicose no sangue.

Hipertensão portal

A hipertensão portal ocorre quando há uma elevação da pressão sanguínea em uma veia de grande calibre que é responsável por transportar o sangue do intestino para o fígado. Essa veia é chamada de portal.

A principal causa da hipertensão portal é a cirrose. Os sintomas apresentados pelo paciente são o inchaço abdominal (ascite), desconforto e sangramento no trato digestivo. Em alguns casos, o tratamento consiste em transplantar o fígado ou em desviar o fluxo sanguíneo.

Essas são apenas algumas das várias doenças hepáticas que existem. É sempre bom estar atento aos sinais enviados pelo corpo, para que o diagnóstico seja precoce e o tratamento eficaz. Quer saber mais? Clique no banner e saiba mais!

Cirurgião Bariátrico e Metabólico no Rio de Janeiro​

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp