Cirurgia Bariátrica

5 cuidados no pré-operatório da cirurgia bariátrica

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), o Brasil é o segundo país no ranking mundial dos que mais realizam esse tipo de procedimento por ano. Se você tem interesse em realizá-la, é importante saber como é o pré e o pós-operatório. Nesse texto, irei abordar, especificamente, os cuidados que precisam ser tomados antes da realização da cirurgia. Então, continue a leitura e saiba como funciona o pré-operatório.

O que é a cirurgia bariátrica?

Popularmente conhecida como cirurgia de redução do estômago, é o procedimento realizado para tratar a obesidade mórbida ou grave e as doenças adquiridas em função dela. Contudo, essa cirurgia só é indicada quando é a última possibilidade para conseguir reduzir o peso.  Por isso, o procedimento não deve ser visto como uma alternativa rápida ao emagrecimento. O principal requisito a ser preenchido pelos pacientes é de ter o Índice de Massa Corporal (IMC) maior ou igual a 40 ou maior ou igual a 35, para quem sofre com alguma complicação.  O Conselho Federal de Medicina (CFM) regulamentou e autorizou a realização de quatro tipos de técnicas de cirurgia bariátrica no Brasil, sendo eles a gastroplastia em Y de Roux (GYR), a gastrectomia vertical (GV), a derivação biliopancreática (DBP) e a banda gástrica ajustável.

Como é o pré-operatório?

A preparação para a cirurgia bariátrica é fundamental para que o seu resultado seja satisfatório e para que não haja complicações. Assim, é necessário que o paciente passe por uma rigorosa análise médica para que seja conhecida a sua condição de saúde.

Avaliação multidisciplinar

O candidato ao procedimento precisará ser avaliado por uma equipe multidisciplinar, geralmente, composta por nutricionista, médico e enfermeiro especialista, psicólogo e cirurgião qualificado. O resultado dessa avaliação permitirá que a equipe determine se o paciente é capaz e está  disposto a transformar o seu estilo de vida, após a cirurgia, para que a perda de peso seja mantida.

Realização de exames

Os pacientes que passarem pela avaliação podem precisar realizar alguns exames para que a sua condição física seja analisada.  Na maioria dos casos, os exames são o teste de função pulmonar e hepática, risco cardíaco, endoscopia digestiva, ecocardiograma, exames de imagem, função renal, hemoglobina glicada, estudo de hipercoagulabilidade ou acontecimentos tromboembólicos venosos.

Dieta para redução do peso

Apesar de controverso, em algumas situações, pode ser solicitado que o paciente faça uma dieta líquida 24 horas antes da cirurgia. Além disso, devem ser evitados alimentos hipercalóricos e a ingestão exagerada de alimentos.

Parar de fumar

Para fumantes, é necessário que deixem de fumar 30 dias antes da data marcada para o procedimento. Essa ação otimiza as chances de não ocorrer nenhuma complicação pulmonar depois da operação. Há uma indicação para que essa medida continue no pós-operatório.

Orientação ao paciente à família

Assim como qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos que devem ser apresentados ao paciente e à seus familiares. Além disso, é importante que eles saibam que a cirurgia bariátrica não é a única medida efetiva para garantir a redução de peso. Os médicos irão orientar ao paciente e à família sobre as mudanças no estilo de vida, adoção de uma dieta balanceada, prática de atividades físicas, entre outros. Como você percebeu, existe uma avaliação criteriosa para que um paciente seja considerado apto a realizar a cirurgia bariátrica. Porém, existem outros cuidados a serem tomados, além desses citados. Quer saber mais? Clique no banner!
Cirurgião Bariátrico e Metabólico no Rio de Janeiro​

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp